sábado, 14 de fevereiro de 2009

"RECOMEÇO"

O Sol que estava atrás da nuvem
escondido, desde que ali se punha
triste com o nosso rompimento
em que foi a única testemunha.

Esse mesmo Sol que amargurado
desde então nunca mais brilhou
de combinação com a Lua
que na noite também se apagou.

Os dois na mais imensa tristeza
apagaram a noite e o dia
tingindo a luz de saudade
e de amargura a poesia.

Agora enfeitam o céu novamente
cada qual no seu reinado
iluminando aqui na Terra
um grande amor recomeçado.

Sol e Lua sem amor se apagam
e o seu brilho não tem preço
morrem no fim do amor
e ressucitam no seu recomeço!

RUI - Fev/2009

Um comentário:

Teresa disse...

BELO POEMA RUI,PARABÉNS!!!AMEI!!!